quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Lady Gaga antes de ser Lady Gaga

Uma loira, americana e que canta música pop. Lady Gaga poderia ser mais uma da longa lista de cantoras pop. Mas decidiu ignorar o estereotipo (ou talvez levá-lo ao último nível) e surpreender a todos com as roupas extravagantes que sempre aparece.

O que poucos sabem é o seu passado. Em seu primeiro trabalho encontramos uma Lady Gaga que ainda não era uma Lady Gaga. Ela era apenas Stefani Germanotta. A morena Stefani.


Era com o nome Stefani que ela assinava seu primeiro álbum “Red and Blue”. O álbum era um simples EP (extended play) com cinco faixas. Cada faixa faz com que possamos entender quem era realmente Stefani e quem está por trás do famoso “Poker Face”.


O EP começa com a faixa ”Something Crazy” que lembra muito a Avril Lavigne. Uma bela mistura de rock e música pop, com pitadas de country. Conseguimos ver aqui alguns sinais do que hoje é “Born this Way”, afinal de contas o rock e a música pop juntas não são novidades na vida dessa compositora.

A segunda faixa é a baladinha “Wish You Were Here” que me fez lembrar outra baladinha recente da Lady Gaga: a “You and I”. A baladinha do EP é muito, mas muito pra baixo, mas ao mesmo tempo muito boa de se ouvir, e sim, você poderá cantar junto “I wish you were...”. Particularmente prefiro essa balada do que  a do novo single.

“No Floods” é a terceira faixa, onde a Stefani traz um pianinho onde fiquei imaginando ela cantando em um bar de Nova York como se fosse o palco do mundo. E realmente é isso que a música diz! Mais uma vez esse EP traz pistas do que iria vir no seu terceiro trabalho. Nessa faixa ela simplesmente diz que ninguém vai parar ela ou dizer o que ela deve fazer. Ela vai fazer e ninguém vai impedi-la. Não lembra o discurso de “Born this Way”?

Em ”Red and Blue” a faixa que dá título ao EP vemos uma Stefani que brinca com o piano e que criou uma música com um refrão bem chicletinho, mas ao mesmo tempo sem perder a qualidade. Com certeza, se a faixa estivesse nas mãos da Universal hoje (gravadora a qual Lady Gaga pertence)e mais alguns produtores ela viraria hit logo, logo. E o que dizer do pequeno reggae que tem perto do final da música? Adorei!

O EP termina com a música “Words” que na minha opinião, novamente, se fosse melhor produzida seria uma música maravilhosa para alguma trilha sonora de filme. Ela é muito boa! Letra boa, melodia boa, voz boa, tudo bom, apenas faltando a mãozinha final de produtores de grandes gravadoras para lapidar essa faixa. A música simplesmente reflete a Stefani que sabia que estava certa, que sabia que aquele era o seu caminho, mas que só via portas se fechando.

Depois de ouvir o EP inteiro as minhas suspeitas sobre o álbum “Born this Way” se confirmaram. Os primeiros trabalhos de sucesso eram músicas pop, mas que eram apenas para localizar Lady Gaga nesse cenário. Aos poucos ela foi ousando e ousando, até chegar ao ponto em que nos acostumamos com a real Lady Gaga, ou talvez, a real Stefani: uma mulher que gosta de rock e música pop, que possui uma criatividade imensa e que não tem medo nenhum de ousar. “Born this Way” é tudo isso!

A verdade é que “Born this Way” precisa ser considerado o primeiro trabalho musical de Lady Gaga. Os outros foram ensaios para o que vemos hoje.

Você pode conferir o EP na página que Lady Gaga – ou no caso, Stefani – usava para divulgar seu trabalho. Além do EP, existem também outras músicas que ela fez em 2006. Ouça e conheça um pouco mais da Lady Gaga.

Nenhum comentário: